domingo, 20 de janeiro de 2019
4399879315
Polícia

07/01/2019 às 10h21

Portal Curiúva

Curiuva / PR

CURIÚVA: Conselheiro aciona a polícia após briga de casal; Criança deficiente estaria sendo mal tratado
O pai saiu com o filho de casa dizendo que a esposa tem surtos psicóticos e toma remédio de depressão
CURIÚVA: Conselheiro aciona a polícia após briga de casal; Criança deficiente estaria sendo mal tratado
Reprodução

Na noite de ontem, domingo, 06 de janeiro de 2019, por volta das 23h00, uma solicitante entrou em contato com a polícia militar dizendo que era conselheiro de Curiúva e que haviam sido chamado para atender uma briga de casal onde um menino deficiente estaria sendo mal tratado, já no local, a polícia militar em contato com a mãe do menino relatou que sofreu agressão por parte de seu marido, sendo que após ele agredir ela, o indivíduo saiu do local levando seu filho.


Em patrulhamento a equipe policial localizou o indivíduo na frente do endereço Rua Domingos Bonin, indagado sobre a criança o mesmo relatou que ali é a casa da sua mãe e que estava lá dentro sob os cuidados dela, em conversa com a equipe policial disse que tomou remédio para dormir e acordou com a mulher lhe xingando, neste momento ele saiu da casa e levou a criança com ele, dizendo que ainda, ela tem surtos psicóticos e sempre deixa o filho 20 dias ou mais na casa do pai dela em Sapopema, pois ela faz tratamento para depressão e parou de tomar remédio, e agora ela surta várias vezes, e quando ele estava saindo para ir à casa da sua mãe ela pulou dele e agrediu com socos e tapas, sendo que ele a empurrou e saiu com a criança.


Diante disso, a equipe policial em conversa com a mulher disse estar em tratamento de depressão e que deixa mesmo seu filho com seu pai e que perdeu a cabeça com o marido e deu tapas nele, porém também foi agredida com socos na cabeça, boca e puxões de cabelo, diante dos fatos colhidos o menor foi pego da residência da mãe do senhor e entregue a mãe senhora que pediu autorização para o conselheiro tutelar para deixar a criança com o senhor que é pastor e seu conhecido.


Após a entrega da criança a equipe policial deslocou para a 57ª DRP, e apesar dos dois não terem lesões aparentes foi realizado laudo de lesão corporal em ambos.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium